domingo, 19 de fevereiro de 2017

MARCHINHAS DE CARNAVAL!

DURANTE ESSA SEMANA IREMOS FAZER UM VIAGEM DE CONHECIMENTO !
HOJE IREMOS INICIAR COM AS MARCHINHAS DE CARNAVAL!



16 principais  marchinhas de Carnaval voltadas para trabalhar no ensino fundamental
1.          
A Canoa Virou
A canoa virou,
Deixa virar;
Por causa da menina,
Que não soube remar. (bis)
Menina, larga o remo,
Pula n'água marujada.
Pula n'água, pula n'água, pula n'água,
Pula n'água, pula n'água, pula n'água,
Que a canoa tá furada.

2.    A Jardineira
(Benedito Lacerda-Humberto Porto, 1938)
Oh! jardineira porque estás tão triste?
Mas o que foi que te aconteceu?
Foi a camélia que caiu do galho,
Deu dois suspiros e depois morreu.
Vem jardineira! Vem meu amor!
Não fiques triste que este mundo é todo seu.
Tu és muito mais bonita
Que a camélia que morreu.

3.    Me Dá Um Dinheiro Ai
(Ivan Ferreira-Homero Ferreira-Glauco Ferreira, 1959)

      Ei, você aí!
Me dá um dinheiro aí!
Me dá um dinheiro aí!
Não vai dar
Não vai dar não?
Você vai ver a grande confusão
Que eu vou fazer bebendo até cair
Me dá me dá me dá, ô!
Me dá um dinheiro aí!

4.    Mamãe Eu Quero
(Jararaca-Vicente Paiva, 1936
Mamãe eu quero, mamãe eu quero,
Mamãe eu quero mamar!
Dá a chupeta! Dá a chupeta! Dá a chupeta
Dá a chupeta pro bebê não chorar!
Dorme filhinho do meu coração!
Pega a mamadeira e entra no meu cordão.
Eu tenho uma irmã que se chama Ana:
De piscar o olho já ficou sem a pestana.
Eu olho as pequenas, mas daquele jeito
E tenho muita pena não ser criança de peito!...
Eu tenho uma irmã que é fenomenal:
Ela é da bossa e o marido é um boçal!

5.    Aurora  (Mário Lago-Roberto Roberti, 1940)
 Se você fosse sincera
Ô ô ô ô Aurora
Veja só que bom que era
Ô ô ô ô Aurora
Um lindo apartamento
Com porteiro e elevador
E ar refrigerado
Para os dias de calor
Madame antes do nome
Você teria agora
Ô ô ô ô Aurora

6.    Acorda Maria Bonita
Acorda Maria Bonita / Levanta vai fazer o café

Que o dia já vem raiando / E a polícia já está de pé

Se eu soubesse que chorando / Empataria a tua viagem

Meus olhos eram dois rios / Que não te davam passagem

Cabelos pretos anelados / Olhos castanhos delicados

Quem não ama a cor morena / Morre cego e não vê nada




7.    Você pensa que cachaça é água
Cachaça não é água não
Cachaça vem do alambique
E água vem do ribeirão
                Pode me faltar tudo na vida
                Arroz, feijão e pão
               Pode me faltar manteiga
                E tudo mais não faz falta não
Pode me faltar o amor
Isso que acho graça
Só não quero que me falte
A danada da cachaça.

8.    Sassaricando
(Luiz Antônio, Zé Mário e Oldemar Magalhães, 1951)
Todo mundo leva a vida no arame
Sassaricando
A viúva o brotinho e a madame
O velho na porta da Colombo
É um assombro
Sassaricando
Quem não tem seu sassarico
Sassarica mesmo só
Porque sem sassaricar
Essa vida é um nó

9.     Eu não sou água,
Pra me tratares assim,
Só na hora da sede,
É que procuras por mim,
A fonte secou,
Quero dizer que entre nós,
Tudo acabou.
Seu egoísmo me libertou,
Não deves mais me procurar,
A fonte do nosso amor secou,
       Mas os seus olhos,
       Nunca mais hão de secar.

10. Cidade maravilhosa
(André Filho, 1934)
Cheia de encantos mil
Cidade maravilhosa
Coração do meu Brasil
Cidade maravilhosa
Cheia de encantos mil
Cidade maravilhosa
Coração do meu Brasil
Berço do samba e das lindas canções
Que vivem n'alma da gente
És o altar dos nossos corações
Que cantam alegremente
Jardim florido de amor e saudade
Terra que a todos seduz
Que Deus te cubra de felicidade
Ninho de sonho e de luz


11. BALANCÊ
    (Braguinha-Alberto Ribeiro, 1936)

    Ô balancê balancê
    Quero dançar com você
    Entra na roda morena pra ver
    Ô balancê balancê

    Quando por mim você passa
    Fingindo que não me vê
    Meu coração quase se despedaça
    No balancê balancê

    Você foi minha cartilha
    Você foi meu ABC
    E por isso eu sou a maior maravilha
    No balancê balancê

    Eu levo a vida pensando
    Pensando só em você
    E o tempo passa e eu vou me acabando
    No balancê balancê

   
12. CABELEIRA DO ZEZÉ
    (João Roberto Kelly-Roberto Faissal, 1963)

    Olha a cabeleira do Zezé
    Será que ele é
    Será que ele é

    Será que ele é bossa nova
    Será que ele é Maomé
    Parece que é transviado
    Mas isso eu não sei se ele é

    Corta o cabelo dele!
    Corta o cabelo dele!


13.  SACA-ROLHA

    (Zé da Zilda-Zilda do Zé-Waldir Machado, 1953)

    As águas vão rolar
    Garrafa cheia eu não quero ver sobrar
    Eu passo mão na saca saca saca rolha
    E bebo até me afogar
    Deixa as águas rolar

    Se a polícia por isso me prender
    Mas na última hora me soltar
    Eu pego o saca saca saca rolha
    Ninguém me agarra ninguém me agarra


14. VÍRGULA
    (Alberto Ribeiro-Erastóstenes Frazão)

    Teu amor é fatal - vírgula
    Qual mulher sensacional - ponto e vírgula
    Queres dar teu coração - interrogação
    Que pecado original - exclamação

    Teu amor é fatal - vírgula


          Qual mulher sensacional - ponto e vírgula
          Queres dar teu coração mas comigo não
          Ponto final

    Teu amor entre aspas
    Já consegui descrever
    Reticências reticências
    Agora adivinha





15. Água Lava Tudo

Você notou,
Que eu estou tão diferente,
Você notou,
Que eu estou tão diferente.
A água lava lava lava tudo,
A água só não lava,
A língua dessa gente.


Já vieram me contar,
Que lhe viram por aí,
Em lugar tão diferente,
A água lava lava lava tudo,
A água só não lava,
A língua dessa gente.


16.  Adeus Helena

  Adeus Helena,
Helena que me faz chorar,
Adeus Helena,
Noutros braços eu vou me acabar.
Você não teve pena,
Porque, criatura, porque ?
Eu vou acabar os meus dias,
Neste inferno que achei em você ?
Porque ?....

DESEJO DE CORAÇÃO!


quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

AULA DE FILOSOFIA- 5° ANO

Deus De Promessas
Davi Sacer
 


Sei que os teus olhos
Sempre atentos permanecem em mim
E os teus ouvidos
Estão sensíveis para ouvir meu clamor

Posso até chorar
Mas a alegria vem de manhã
És Deus de perto e não de longe
Nunca mudastes
Tu és fiel

Deus de aliança
Deus de promessas
Deus que não é homem pra mentir
Tudo pode passar, tudo pode mudar
Mas tua palavra vai se cumprir

Posso enfrentar o que for
Eu sei quem luta por mim
Seus planos não podem ser frustrados
Minha esperança está
Nas mãos do grande eu sou
Meus olhos vão ver o impossível acontecer


terça-feira, 31 de janeiro de 2017